Blog · Tecnologia · Web

Vultr: recomendo!

Desde janeiro último eu sou cliente da Vultr, como relatei neste post sobre o Post4Fun!. Esse artigo será breve, só com a intenção de descrever minha experiência até agora com o serviço – caso alguém ainda não conheça essa empresa e ache que servidores Cloud só se restrigem a empresas como AWS e DigitalOcean.

Estou bastante satisfeito até agora. Foi bem fácil implementar um servidor Web com stack LEMP (Linux, Nginx, MySQL e PHP).

Só vou adiantando: não sou especialista em infraestrutura, nem DevOps, etc. etc. Sou desenvolvedor Web, apenas. Com experiência de alguns anos, é verdade – mas apenas isso. Meu conhecimento na parte de infra se resume a coisas mais básicas.

Instalando e usando

Depois de fazer o login no painel basta clicar no botão “+” e implementar um novo servidor. O processo de se escolher o local, o tipo de servidor e o preço se dá numa tela só: nada de ficar clicando e clicando e clicando.

Guia Servers no painel de administração do Vultr, para lançar uma novo servidor.
Guia Servers no painel de administração do Vultr, para lançar uma novo servidor.

Já tinha uma opção de VM com o WordPress instalado, mas optei por uma stack LEMP. A máquina já veio atualizada com PHP 7.1 – só mexi na linha de comando para instalar o servidor FTP e poder subir o meu código gostosamente.

Está consumindo $ 5/mês (o equivalente a R$ 16,33/mês no momento em que escrevo). Estou satisfeito com a performance – muito melhor do que meu WordPress na A2 Hosting.

Apontar o domínio DNS também foi bem fácil: na aba DNS bastou clicar em Add Domain, colocar os dados necessários e já era.

O pessoal da Vultr é tão legal que ele até oferece um serviço de afiliados já disponível, sem complicações. Ou seja, você ainda pode ganhar alguns trocados recomendando o serviço.

LEIA TAMBÉM  A2 Hosting: não recomendo!

Confesso que quando fui publicar esse site do Post4Fun! minha primeira opção seria a DigitalOcean, pois parecia ter bom custo/benefício baseando-se nas minhas pretensões (em comparação ao AWS).

Curtiu? Então aperte o botão:
Tagged: , ,