Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais · Games

Sim, é possível viver de games

Sim, é possível viver de games

Numa thread no Reddit um desenvolvedor de games comenta sobre a experiência de ter se dedicado a criar um game mobile durante 2 anos e que ainda não deu grande retorno financeiro. O game está na casa do 150 downloads.

Realmente, mesmo quem já trabalhou com desenvolvimento (mesmo em outra área, como Web) ou é designer já deve ter vislumbrado de entrar no mercado de games. Manias como Pokemon Go e eventos como o BGS aqui no Brasil vira e mexe nos relembram desse mercado.

Porém, nos deixamos impressionar com games que se tornam hits. A verdade do fato é que milhares de jogos são lançados todo ano, em diversas plataformas – Steam, Play Store, etc. Não é tão fácil lançar um game que logo de cara vende milhões (a verdade é que isso é quase como ganhar na loteria…)

Lançar o seu jogo, depois de tanto tempo de trabalho e não lograr êxito pode ser desanimador. A vontade de desistir logo bate à porta. Tudo parecia só uma ilusão. Como assim? Em Indie Game: The Movie parecia tão fácil!…

Mas há luz no fim do túnel…

No entanto, é sim possível sobreviver do desenvolvimento de games.

O site Produção de Jogos fez uma entrevista com um desenvolvedor brasileiro que há mais de quatro anos consegue sobreviver exclusivamente disso, já tendo vendido mais de um milhão de cópias na Steam:

No hangout, Rafael diz que trabalha em games que levam em torno de 6 meses para ficarem completos, se utiliza de promoções para alavancar vendas, entre outros. Vale a conferida.

Ainda nesse assunto, um vídeo de uma palestra na GDC de Jake Birkett, um desenvolvedor inglês que há dez anos consegue sobreviver como indie. Na palestra (abaixo) ele comenta seus altos e baixos, seu início e suas experiências, entre outros:

LEIA TAMBÉM  Usando a mesa gráfica Wacom no Blender

Na palestra, Birkett deixa claro que ele não tem nenhum one hit wonder, um game que tenha se tornado um imenso sucesso. Mas mesmo assim ele acabou se tornando bem-sucedido depois de muita persistência e experimentalismo. Ele pediu demissão de seu emprego por volta dos 40 anos de idade para ser gamedev indie.


Curtiu? Então aperte o botão: