Blog · Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais · Maker

Visual Studio Code como alternativa à IDE padrão do Arduino

Você está cansado das limitações da IDE padrão do Arduino, como a falta de indentação automática? Pois bem: é possível usar o Visual Studio Code para programar o Arduino.

Você só vai precisar de algumas extensões – além de ter instalada, também, a Arduino IDE padrão, usada como auxiliar pelo Code.

Instalando extensões no Visual Studio Code

A diferença principal é que no VS Code nós fazemos as configurações principalmente via barra de status do editor.

Precisaremos de duas extensões no Code: Arduino e C/C++.

A primeira nos dá o necessário para trabalhar especificamente com o Arduino; a segunda, nos dá ao Code suporte às linguagens C e C++. (O Arduino trabalha com C.)

Para instalar elas é só abrirmos a guia de Extensions (Ctrl+Shift+X) e buscar pelos nomes de extensões mencionadas. Daí, clique em Install e pronto.

As extensões de Arduino e C/C++ no Code, em destaque e instaladas.
As extensões de Arduino e C/C++ no Code, em destaque e instaladas.

Agora você pode abrir um arquivo .ino no Code, com syntax highlighting.

Configurando o caminho da IDE do Arduino

Primeiro, precisamos configurar o Code e definir o caminho onde está a IDE oficial do Arduino (que não será usada para código, mas só para fins de comunicação).

Para isso, vá em File | Preferences | Settings…, e na caixa de busca que aparecer nessa página busque por Arduino e dê Enter. Na parte de baixo da página define o caminho para a IDE do Arduino (mesmo que não usemos é preciso ter instalada). No caso, uso Linux Mint e a aparência é parecida com a imagem abaixo:

Definindo o caminho onde está instalada a IDE do Arduino.
Definindo o caminho onde está instalada a IDE do Arduino.

Pronto, alterando o valor o Code já salvará automaticamente. Pode fechar a guia Settings (Ctrl+W). E então conectamos o Arduino.

Definindo qual é o Arduino e a porta serial

Depois disso você verá alteração na barra de status do Code. É por aqui que diremos qual é o modelo de Arduino que estamos usando e por qual porta será feito o upload. No meu caso, uso Arduino Mega, na porta /dev/ttyACM0:

LEIA TAMBÉM  Por que você deveria dar uma chance ao framework Phalcon

Daí, para fazer o upload do seu sketch, você deverá clicar em Upload, no topo da janela (abaixo em destaque vermelho):

E pronto, seu sketch deverá ser enviado, se der tudo certo. O processo de envio é um pouco mais lento do que na IDE do Arduino. Porém, é muito prático (a meu ver) ter o Serial Monitor no painel inferior, em vez de uma janela separada, como na IDE padrão.

Lendo a porta serial

Para poder ler a porta serial é preciso que você, ainda na barra de status, clique no ícone da tomada. Abrirá uma lista de valores. Geralmente defino a minha leitura com um baud rate de 9600 (e é o mais comuns em tutoriais), mas isso depende do seu sketch.


Curtiu? Então aperte o botão: