Blog · Linux · Unity

Integrando Visual Studio Code com Unity – no Linux

Review: Usando o Unity3D no Linux Mint - primeiras impressões

(E diga adeus ao Monodevelop.)


Eu sou um usuário Linux atualmente. E também da game engine Unity, já relatando aqui problemas que tive usando a Monodevelop no Linux.

Porém desencanei. Vi que a integração da Unity com o editor Visual Studio Code tende a ser mais eficiente (e feliz) hoje. Para começar, é bem mais fácil para integrar o debugger.

Muita gente (como eu até pouco tempo) ficava com um pé atrás de usar o VS Code por pensar que ele era apenas editor de código, e não uma IDE. Porém, com um alguns plugins (no caso específico, plugins para Unity e C#) é possível ter uma ótima experiência, com direito a depuração e autocompletion de código.

Plugins de Unity para VS Code

Aqui segue um link do próprio projeto do VS Code a fim de auxiliar a integração: https://code.visualstudio.com/docs/other/unity.

Por isso nem vou me repetir aqui. Faça o seguinte:

  1. Configure o Unity para definir o Visual Studio Code como sua ferramenta de desenvolvimento, indo em Edit >> Preferences >> External Tools e apontando o caminho para o VS Code em External Script Editor (no meu Linux fica em /usr/bin/code);
  2. Instale todo o Mono, para uma experiência mais completa: http://www.edivaldobrito.com.br/como-instalar-o-mono-no-ubuntu-debian-e-derivados/
  3. Instale os plugins Debugger for UnityUnity Tools.

E seja feliz.

Depuração

Sim, debugar é possível: https://code.visualstudio.com/docs/editor/debugging

No Monodevelop não consegui como no VS Code. Tentava e não integrava. Já no Code nem tive trabalho; foi só instalar os plugins citados acima.

Para fazer a coisa acontecer eu rodo o projeto no Unity, depois no Visual Studio Code eu vou em Debug >> Start Debugging (ou F5). E tudo Ok, breakpoints são respeitados, tudo certo.

LEIA TAMBÉM  O meu "fim do mundo" para as redes sociais
Debugando código C# de game do Unity no Visual Studio Code.
Debugando código C# de game do Unity no Visual Studio Code.

E mais…

Porém, você deve estar com uma pulga atrás da orelha com relação a code completion, aquele recurso famoso que separa as IDEs dos simples editores e que oferece o auto-completar.

Porém, abrindo a pasta contendo os arquivos .sln ou .csproj o VS Code já se dá o trabalho de varrer as pastas para encontrá-los e entender que é ali que está um projeto C#.


Não sou especialista em C#. Minha praia é mais PHP, como sabem. Mas estudei a linguagem em 2014 com o propósito de usar a Unity, e já fiz app usando Xamarin.

Espero que este post seja útil para os “lobisomens do Linux” – sujeitos como eu 🙂

E também pretendo relatar mais experiências de se usar a Unity no Linux por aqui, caso venha a calhar. 😉


Curtiu? Então aperte o botão:
Tagged: , , , , , ,