Blog · Web

Caixas de comentários

Caixas de comentários. Elas surgiram com os blogs, e hoje estão espalhadas por toda a internet. O motor que fez o Facebook crescer foi a caixa de comentários, disponível em todo o post na rede e que alimenta discussões que fazem o povo voltar e voltar, gerando visitas para a rede social.

Hoje a seção mais movimentada é a caixa de comentários. As pessoas vão à ela sem mesmo ler a notícia. O importante é opinar… Continue reading “Caixas de comentários”

Brasil · Web

A internet tá chata

Você vai à caça de notícias ou de um blog bacana. E logo pipocam as caixas pedindo para enviar notificações. Não, não e não. Ou então um paywall: assine nosso jornal, só R$ 1,99 por mês, jornalismo de qualidade. Clica no X para fechar.

Quando não, um popup com propaganda de carro. Ou um box de assinatura de newsletter. Coloque o seu e-mail e receba novidades e promoções.

Trocentos banners de propaganda enquanto se rola o texto. É preciso: O AdSense paga pouco. Volume é necessário. Continue reading “A internet tá chata”

Blog

Quando os blogs eram moda…

Sim, blogs já foram a moda na internet. Antes do advento do Facebook e Twitter, que praticamente monipolizaram a produção de conteúdo, todo mundo que queria manifestar a sua opinião na internet tinha o seu blog – podia ser no WordPress.com ou no Blogger.

Tive meu primeiro blog em maio de 2007. Chamava-se “Bem-bolado” (http://bem-bolado.blogspot.com) e usava a plataforma Blogger. Continue reading “Quando os blogs eram moda…”

Blog · Dicas & Tutoriais · Digital

4 sites para você obter imagens grátis

Vira e mexe precisamos de imagens de qualidade, seja para fazer um trabalho de faculdade (publicidade, jornalismo ou design), para fazer mockups, protótipos ou bonecos, ou simplesmente para um post de Facebook, por exemplo.

Como sair por aí para fotografar com uma câmera semi-profissional não é um recurso ao alcance de todos o jeito é lançar mão de sites que ofereçam esse serviço. No entanto, sites como o Stockphotos, contendo imagens de altíssima qualidade aos montes, também cobram um bom preço por seus serviços. Daí o jeito é recorrer aos sites de imagens gratuitos.

Nesse post vou fazer uma análise de três sites, suas diferenças, com suas vantagens e desvantagens. Continue reading “4 sites para você obter imagens grátis”

Dicas & Tutoriais · Software

Testando seu site para mobile no Windows com Electric Mobile Studio 2012

Para quem desejaria testar os recursos de um navegador mobile sem precisar de um dispositivo (iPhone e iPad), mas sim diretamente do PC, fica aqui a dica do Electric Mobile Studio 2012.

Eu tenho o Electric Mobile Simulator Professional, que é o antecessor deste Studio (que ainda não experimentei). Nele é possível simular muitas características desses dispositivos, como eventos touch start e endgeolocalização (simulação de GPS), HTML5 local storage, SQL e IndexedDB, além de integração com Visual Studio e debug de Javascript (no caso da versão Studio, não a Simulator).

Eu sempre o uso para testar layouts e eventos, e me satisfez bastante. Recomendo, até pelo bom preço que paguei na licença.

Você pode comprar através do site, disponível apenas para Windows.

Mídia · Opinião

Porque se gasta tanto dinheiro com isso?

Sim, eu sei: estamos em época de Copa do Mundo. As atenções estão voltadas para a televisão e para os jogos decisivos. Não à toa, os anunciantes estão descendo o caminhão de dinheiro. Todos querem que suas propagandas – e suas marcas – sejam vistas pelo público.

Mas frequentemente fico encucado e me pergunto: qual a razão de se investir tão pouco em propaganda online?

Lembro que, no tempo que eu lidava com propaganda (cursava comunicação), a Web detinha uma das menores fatias dos investimentos em publicidade (atrás da TV por assinatura, inclusive, e bem atrás de TV aberta, rádio, jornais, revistas e mídia externa). E ainda se investe pouco, o que é de se estranhar, haja vista que já é um dos veículos com grande penetração na sociedade.

Claro, talvez nunca se investirá em propaganda na Web como se investe em TV. Mas acho uma pena, pois eu, que tenho apenas TV aberta, confiro um conteúdo péssimo, e sou obrigado a me refugiar muitas vezes à Web em busca de conteúdo de qualidade. Conteúdo esse feito com uma certa, digamos, “valentia”: sem dinheiro, de maneira muitas vezes descontraída até, mas excelente.

Talvez seja uma opinião tendenciosa minha, visto que trampo com (ou tento viver de…) Web.

Mas ver um blog bacana fechar, e assistir programas de quinta na TV contando com fortunas, dá um gosto de injustiça.

–X–

Com este post pretendo inaugurar a série de postagens mais “pessoais” (sem aqueles tutoriais e dicas sobre Web como os anteriores). Ainda vou ver onde arranjar espaço para blogar essas coisas. Mas enfim, por enquanto é isso.