Blog · Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais · Maker

Visual Studio Code como alternativa à IDE padrão do Arduino

Você está cansado das limitações da IDE padrão do Arduino, como a falta de indentação automática? Pois bem: é possível usar o Visual Studio Code para programar o Arduino.

Você só vai precisar de algumas extensões – além de ter instalada, também, a Arduino IDE padrão, usada como auxiliar pelo Code. Continue reading “Visual Studio Code como alternativa à IDE padrão do Arduino”

Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais

Desenvolvendo em linguagem C no Linux com Visual Studio Code – fácil e rápido

Recentemente voltei a estudar a linguagem C com o intuito de melhorar minha relação com o Arduino (que usa C).

No entanto, como uso Linux Mint, não tenho à mão as mesmas IDEs que estão disponíveis no Windows. E também não queria recorrer à uma das ótimas IDEs pagas/trials, como a CLion, uma vez que minha finalidade era apenas para estudos – nada pesado. Então experimentei usar o Visual Studio Code.

Aqui explico como preparar o Code para essa finalidade, de um jeito prático e rápido. Estou enfocando aqui em distros baseadas no Debian (Ubuntu, Mint, etc). Para outras distros o diferencial será a instalação de dependências (uma vez que o apt está disponível em distros baseadas no Debian). Continue reading “Desenvolvendo em linguagem C no Linux com Visual Studio Code – fácil e rápido”

Impressão 3D · Linux

Corrigindo arquivos GCODE no Linux gerados a partir do Repetier Host

Recentemente adquiri uma impressora 3D. Usando modelos 3D e usando o programa Repetier Host no Windows não tive problemas para gerar o arquivo gcode usado por estas impressoras.

No entanto, usando o mesmo Repetier Host no Linux, na mesma versão, o gcode é gerado de maneira diferente. E daí a impressora não consegue decodificar o arquivo – consequentemente não realizando a impressão. Continue reading “Corrigindo arquivos GCODE no Linux gerados a partir do Repetier Host”

Blog · Linux · Unity

Integrando Visual Studio Code com Unity – no Linux

(E diga adeus ao Monodevelop.)


Eu sou um usuário Linux atualmente. E também da game engine Unity, já relatando aqui problemas que tive usando a Monodevelop no Linux.

Porém desencanei. Vi que a integração da Unity com o editor Visual Studio Code tende a ser mais eficiente (e feliz) hoje. Para começar, é bem mais fácil para integrar o debugger.

Muita gente (como eu até pouco tempo) ficava com um pé atrás de usar o VS Code por pensar que ele era apenas editor de código, e não uma IDE. Porém, com um alguns plugins (no caso específico, plugins para Unity e C#) é possível ter uma ótima experiência, com direito a depuração e autocompletion de código. Continue reading “Integrando Visual Studio Code com Unity – no Linux”