Blog · História · Opinião

Caçando Moby Dick

Sobre obsessões por coisas que já não têm mais importância.


No romance Moby Dick é contada a história de fúria vingativa do Capitão Ahab, que se lança aos mares em busca da baleia Moby Dick. Em nome do próprio ego, vai atrás de um animal já indiferente a sua existência.

Essa história é analisada muitas vezes sobre o viés de como a natureza pode ser cruel – e ela o é, apesar da visão edênica que muitas vezes temos dela. No entanto, o tópico principal é a visão de como a ambição humana pode ir longe, chegando às raias da loucura.

Como lembrado pelo escritor Ryan Holiday em O Ego é o seu Inimigosaímos à caça de uma Moby Dick por razões já esquecidas.

Não seria mais fácil esquecer, se reinventar? Como o conselho dado por um fictício Larry Summers aos irmãos Winklevoss, depois da rasteira dada por Mark Zuckerberg: “Esqueçam isso. Partam para outra. Façam novos projetos”. Afinal, águas passadas não movem moinhos… Continue reading “Caçando Moby Dick”