Blog · Software · Web · Wordpress

A2 Hosting: não recomendo!

Desde 10 de outubro do ano passado o meu site pessoal (este aqui mesmo) foi está rodando em um novo serviço de hospedagem, na A2 Hosting.

Fazia mais de três anos que estava hospedado na BrasilWebHosting, nos EUA. Custava-me em torno de R$ 180/ano, devido ao fato de ter desconto (por ser cliente antigo ou coisa assim).

Porém, estava insatisfeito com a lentidão do meu WordPress. Mesmo com cache e otimizações eu ainda não estava contente com a performance. Então comecei a buscar informações de empresas de hospedagem adequadas ao WP e que tivessem bons preços.

Foquei nas empresas estrangeiras, entendendo que de cara já obteria uma boa relação custo/benefício, uma vez que as empresas no Brasil tendem a ser mais caras devido aos impostos, custo Brasil etc.

Lendo reviews de blogueiros estrangeiros, conheci a A2. Ela foi recomendada, e na ocasião eu obtive um cupom na assinatura de um plano para WordPress: 50% de desconto.

Dentre as vantagens da A2 viriam o certificado SSL (agora o site está https://franciscoprado.com.br), o que beneficia em termos de SEO e segurança, e plugin da A2 para WordPress, proprietário, e que faz algum “magia negra” (pelo menos, alegam) para dar uma turbinada na velocidade, além de alguns itens de segurança a mais.

Caí na besteira de assinar por 2 anos, achando que era oportunidade de ouro. De início notei, sim, um ganho de performance. Se o meu site, com o mesmo tema, mesmo conteúdo e plugins levava em média 1,5 segundo para carregar a home (e até uns 3 segundos para carregar em algumas ocasiões), com o A2 Hosting eu cheguei a ter um carregamento de, em média, 0,7 segundo.

Primeiros problemas…

No entanto, logo comecei a ter problemas. O suporte da empresa me notificava de problemas de performance e segurança. Alegava que o site estava consumindo demasiados recursos de hardware, e que precisava fazer algumas coisinhas.

Dentre elas, tive que desabilitar o XML-RPC (padrão do WordPress) e também controlar o “Heartbeat“, evitando requisições AJAX em demasia. Resultado: com essas alterações não pude mais utilizar o WordPress for Desktop, por exemplo.

LEIA TAMBÉM  Sobre o "Pollus", um jogo de ação casual que estou desenvolvendo

Esse período inicial, coisa de primeiras semanas, foi bem ruim. Tive problemas de instabilidade: tentava acessar o site e dava algum problema do lado servidor (503 Unavailable). Sem falar na lentidão…

E toca entrar em contato com o suporte. Toma-lá-dá-cá, “você precisa fazer isso”, “seu WordPress tem esse problema X”. E no entanto estava tudo “nos conformes”: era o mesmo WordPress de antes, com seus recursos-padrão.

Só sei que quando busco por A2 Hosting no meu e-mail lá vem toneladas de mensagens/respostas do suporte. O suporte é até atencioso e rápido, mas achei bem evasivo.

Resolvi tirar o SSL da URL, ficar só http:// no frontend e https:// no painel de administração, para ver se a performance melhorava… só voltei a reativar recentemente, e acho que é por isso que a performance decaiu um pouco.

Estou sem o recurso de salvar o rascunho automático, como sempre tive, por ordem da questão do heartbeat do WordPress.

E de vez em quando, enquanto estou enviando um novo post, o site simplesmente para de responder. E páginas de erro 503 ainda ocorrem…

“Mas se houve ganho de performance e segurança por que você não recomenda?”

Eu não recomendo basicamente porque, analisando bem, hoje seria mais interessante lançar um web server num ambiente cloud. Sairia por um bom preço e teria boa performance. Essa experiência eu estou tendo com a Vultr.

O Post4Fun! eu lancei lá. Para facilitar ainda mais as coisas eu poderia ter recorrido a uma imagem com o WordPress já pronto – no entanto preferi lançar um servidor com ambiente LEMP. Eu relato a experiência melhor neste post. É também um WordPress.

Ok, para esse caso é preciso fazer umas configurações a mais, ter conhecimentos de Linux – conhecimentos de infraestrutura. Mas para o caso eu atendo. É um trabalho a mais, é verdade. Mas tenho controle maior. Se precisar de mais hardware basta requisitar.

Estou bem mais satisfeito com o desempenho do P4F! na hospedagem feita na Vultr que do meu blog na A2 Hosting.

 

Curtiu? Então aperte o botão:
Tagged: , ,