Desenvolvimento · Opinião

Você precisa MESMO usar um framework Web? Já considerou não precisar usar NENHUM?

Este post parte da resposta dada por Rasmus Lerdorf (um dos criadores da linguagem PHP) quando perguntado sobre o que achava dos frameworks PHP existentes no mercado. O vídeo da resposta está abaixo. Sim, está em inglês, mas ativando a legenda e se você souber um pouco em inglês entenderá algo da discussão:

Lerdorf responde que nem todo mundo precisa de um framework de propósito geral, pois, se por um lado o framework ajuda a não reinventar a roda, ao mesmo tempo ele vem com várias e várias coisas desnecessárias ao projeto, não inerentes à ele e que podem atrapalhar a performance da aplicação, por exemplo.

Blog · Marketing · Negócios · Tecnologia

Pequenos frascos, grandes perfumes: a “cauda longa”

Relendo um blog antigo sobre desenvolvimento de jogos, que costumava acompanhar anos atrás, lembrei do relato de um desenvolvedor leitor do blog, um postmortem, do seu game para celular. Era seu início na área, de forma independente, nas hora vagas. Ele conta como foi sua trajetória da produção ao lançamento de um game mobile, chamado Double Jumper, para Windows Phone.

O texto é do hoje longínquo 2012. O game é assumidamente tosco, mas o que mais me surpreendeu no relato foi o número de downloads conseguidos, logo de início, sem grandes investimentos ou propaganda. Ainda mais numa plataforma hoje defunta da Microsoft, que conseguiu em seu máximo ridículos 3% do mercado.

Li o texto na época, e confesso que, na ocasião, pouco entendi. Hoje, acho que entendo melhor o fenômeno em questão, e vejo por outra perspectiva.

Dicas & Tutoriais · Games · Unity

Unity no Linux: solucionando o problema de abrir arquivos no MonoDevelop

Quem se aventura experimenta a usar a engine de games Unity no Linux (seja Ubuntu ou Linux Mint) pode ter se deparado com o problema de instalar tudo certinho, porém ao tentar editar os scripts C# o MonoDevelop não abre. Você clica no menu de contexto do componente do gameobject, seleciona “Edit Script…” e a IDE, que deveria abrir o script não abre – não dá mensagem de erro, nem nada.

Fuçando na internet encontrei a resolução do problema. Foi um pouco difícil, uma vez que usar essa engine de jogos no Linux é pouco comum. Até porque a própria empresa que desenvolve a Unity não está focada na plataforma Linux, mas sim Windows e Mac OS X, sendo que a versão para o sistema do pinguim não passar de uma versão beta, com restrições.

Tentei outras soluções, como baixar uma versão do MonoDevelop via flatpak. Porém, não consegui localizar a pasta da instalação para poder apontar.

Depois de um tempo, graças à uma alma iluminada, consegui resolver o problema. Abaixo transcrevo a solução:

Livros · Web

Blogueiros que se tornaram (bons) escritores

Aconteceu de, recentemente, eu ler dois autores que, apesar das diferenças de temáticas dos seus livros, têm coisas em comum: são autores jovens, jovens, escreveram livros bem escritos e, principalmente, são “bichos” surgidos da internet. Blogueiros, enfim. São eles Ryan Holiday e Mark Manson.

Embora talvez ainda não seja uma constante, é cada vez mais comum autores começarem na internet da mesma maneira que muitos autores de antigamente começavam na grande imprensa, escrevendo crônicas ou artigos. Até porque a internet de hoje é a mídia impressa de ontem.

Abaixo listo alguns autores de livros que são figuras surgidas da internet, que começaram basicamente escrevendo em blogs – seja em blogs de grandes portais ou autônomos. Li os quatro e deixo uma breve descrição e opinião sobre eles. No fim do artigo deixo links de livros dos autores caso haja interesse.

Blog

Saímos da televisão e vamos para a internet falar sobre televisão

O brasileiro é mesmo um povo a ser estudado.

Olhando no Google Trends relativo ao ano de 2017 é possível aferir que o que mais se busca na internet brasileira é… informação sobre televisão. E principalmente aberta.

O Trends é um serviço gratuito do buscador voltado a informar quais são os termos mais buscados na atualidade, entre outros.

Impossível para mim não lembrar de Diogo Mainardi numa de suas colunas: o brasileiro assiste cada vez menos TV e usa mais internet. E qual o assunto da internet? A TV.