Blog · Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais

Docker no Linux sem sudo

Muitos usuários Linux e que estão começando ou usam pouco o Docker (meu caso) podem se deparar com o problema de não conseguir executar alguns comandos. Uma googleada rápida e percebemos que, para conseguir, é preciso executar como administrador (ou seja, com o sudo antes de tudo).

Entretanto, é possível eliminar esse inconveniente e trabalhar com o Docker na linha de comando sem o sudo: Continue reading “Docker no Linux sem sudo”

Blog · Desenvolvimento · Game design · Games · Software

Artigo: “Como fazer o game dos seus sonhos, publicá-lo e não morrer no processo”

Tradução livre de artigo escrito por Juan Linietsky e publicado no blog da Godot Engine: https://bit.ly/2VOMRLD


MOTIVAÇÃO

Hoje estou reinstalando meu computador de desenvolvimento, então não posso fazer muita programação. Compilar na Godot leva cada vez mais tempo, então eu acho que um computador com nova configuração é mais uma maneira de acelerar o desenvolvimento da Godot engine. Continue reading “Artigo: “Como fazer o game dos seus sonhos, publicá-lo e não morrer no processo””

Arduino · Dicas & Tutoriais

Fazendo um simples controlador MIDI com Arduino | fácil e rápido

Neste breve tutorial vou explicar como fazer o Arduino funcionar como um controlador MIDI.

Usaremos dois botões, uma protoboard, alguns jumpers e um Arduino. No caso, uso o Mega, mas o UNO e outros deverão funcionar.

O programa DAW, que atenderá aos comandos do Arduino, será o LMMS. É um programa gratuito, por isso a preferência.

O tutorial aqui é super-simples, pois tem mais a finalidade de mostrar como usar a biblioteca MIDI no Arduino e tudo isso usando Linux – uma vez que os tutoriais mais encontrados na internet são em Windows e Mac, e há particularidades com relação ao sistema operacional. No meu caso uso o Linux Mint, mas outras distros também servirão. Continue reading “Fazendo um simples controlador MIDI com Arduino | fácil e rápido”

Blog · Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais · Maker

Visual Studio Code como alternativa à IDE padrão do Arduino

Você está cansado das limitações da IDE padrão do Arduino, como a falta de indentação automática? Pois bem: é possível usar o Visual Studio Code para programar o Arduino.

Você só vai precisar de algumas extensões – além de ter instalada, também, a Arduino IDE padrão, usada como auxiliar pelo Code. Continue reading “Visual Studio Code como alternativa à IDE padrão do Arduino”

3D · Blender · Dicas & Tutoriais

Fazendo parafusos e porcas no Blender | Fácil e Rápido

Uma dica rápida e bem útil aqui, de um recurso do Blender que eu não conhecia.

Há um add-on, que já vem embutido com o Blender (porém desativado) chamado BoltFactory.

Com ele, é muito fácil fazer e modelar porcas e parafusos, evitando toda a complicação que é usar o Modifier Screw do Blender. Continue reading “Fazendo parafusos e porcas no Blender | Fácil e Rápido”

Desenvolvimento · Dicas & Tutoriais

Desenvolvendo em linguagem C no Linux com Visual Studio Code – fácil e rápido

Recentemente voltei a estudar a linguagem C com o intuito de melhorar minha relação com o Arduino (que usa C).

No entanto, como uso Linux Mint, não tenho à mão as mesmas IDEs que estão disponíveis no Windows. E também não queria recorrer à uma das ótimas IDEs pagas/trials, como a CLion, uma vez que minha finalidade era apenas para estudos – nada pesado. Então experimentei usar o Visual Studio Code.

Aqui explico como preparar o Code para essa finalidade, de um jeito prático e rápido. Estou enfocando aqui em distros baseadas no Debian (Ubuntu, Mint, etc). Para outras distros o diferencial será a instalação de dependências (uma vez que o apt está disponível em distros baseadas no Debian). Continue reading “Desenvolvendo em linguagem C no Linux com Visual Studio Code – fácil e rápido”

3D · Aplicativos · Dicas & Tutoriais · Linux

Visualizando arquivos 3D no Linux com MadView3D

O Windows 10 já vem nativamente com o Visualizador 3D (3D Viewer), o que permite que, com um duplo-clique, consigamos ver um arquivo de objeto 3D, como OBJ ou STL.

Versões Linux como Ubuntu ou Mint infelizmente não vêm com tal recurso nativo. Era preciso lançar mão de um sofware CAD completo como o Blender e fazer a importação. Ou usar o MeshLab e similares, o que não é muito apropriado para isso.

Entretanto, no início de 2018 um desenvolvedor começou um projeto para preencher essa lacuna. O software chama-se MadView3D. Continue reading “Visualizando arquivos 3D no Linux com MadView3D”