Por uma crítica de games mais crítica

Eu acesso com razoável frequência sites de críticas de games casuais, como o Gamezebo e TouchArcade. Considero ambos boas referências, visto que eles dão espaço para jogos de variados espectros, de grandes e pequenos estúdios. Mas não é disso que quero falar. Continue lendo “Por uma crítica de games mais crítica”

O meu “fim do mundo” para as redes sociais

Para mim já deu
Para mim já deu

Para mim, uma promessa de fim de ano que pretendo cumprir é de me ver livre das redes sociais.

Parece simples mas demanda muita força de vontade, pelo fato de que toda a Web hoje estar de fato na órbita dessas redes e dois cliques em qualquer site faz você se deparar com um botão de alguma rede, desde as mais populares às mais específicas.

Às vezes, invejo quem no trabalho é proibido de acessar as redes, ato que para mim é um tanto complicado por ter que estar atento ao que é feito na rede (martírio de alguém como eu que faz desenvolvimento de sites). Continue lendo “O meu “fim do mundo” para as redes sociais”