Ainol Novo 2 Hero

Em abril de 2013, eu comprei um tablet simples, chinês, via AliExpress. A fabricante é a Ainol Novo e o tablet em questão é do modelo Ainol Novo II Hero. Neste post pretendo fazer uma análise sobre as funcionalidades, pontos positivos e negativos do produto.

Na época, paguei cerca de R$ 600 tudo (o preço do tablet mais o frete em R$ 30, via DHL). Em cinco dias chegou em casa (sim, veio da China direto!).

Agora, sobre o tablet.

Aparência

O tablet tem um design semelhante ao de outros tablets, sendo retangular com cantos arrendodados. Porém, o tablet é mal-acabado: o meu estava com umas marcas estranhas, parecendo que foi mal colado, além de um pouco frouxo (não é duro e estável, como deveria ser). Se você forçar ele parece retorcer um pouco. Mas nada que prejudique o manuseio do gadget.

Conectividade

De internet é via wi-fi. Não sei se há algum jeito de suportar modem 3G.

O sistema de wi-fi  é fraco. Consigo, via notebook e iPod 4, obter o sinal wi-fi da internet da casa da minha prima (casa vizinha). Já o tablet não consegue, só muito raramente, e logo caía. Praticamente não dava. Só com roteador wi-fi mais acessível dá para usar.

Além disso, vem com cabo USB, pois ele tem entrada para tal. Há também uma entrada HDMI no tablet, assim podendo se conectar a uma televisão, por exemplo, e também uma entrada Micro SD.

Tela

A tela é grande: incríveis 10.1 polegadas – maior que a do iPad. Isso é bom para games, navegar na Web e ver filmes, mas pode ser um pouco chato para ler ebooks, pois se tem a impressão de se estar um azulejo nas mãos! Mas para quem acha que tamanho é documento, pode ser útil. É touchscreen multitouch. A qualidade da imagem é ótima: o tipo da tela é IPS LCD.

Hardware

O hardware, segundo o app Geekbench, fica para trás de vários aparelhos em desempenho. Já usando o app de benchmark Quadrant Standard, o Ainol fica bem posicionado em comparação a outros aparelhos. O chipset gráfico dele é inferior ao do iPod Touch 4, ao que notei testando uns games em 3D que desenvolvi. No iPod conseguia fácil 60 FPS; já no Ainol conseguia 40 FPS para o mesmo app.

No tablet já joguei “Need for Speed: Most Wanted”, e rodou razoavelmente bem (achei meio lento, mas dava para jogar). Outros games com muitos elementos 3D rodarão lento. Gráficos 2D rodam bem.

Screenshot_2013-05-14-14-20-35-ainol-novo-hero-ii

Resultado do benchmark via Quadrant Standard do Ainol Novo 2 Hero (na imagem, nomeado “Your device”).

Software e Desenvolvimento

O sistema é Android 4.1, o mais recente até então.

Tive dificuldades para fazer o reconhecimento e deploy dos apps que crio. O Android SDK no meu computador não consegue reconhecer o aparelho – já tentei de várias maneiras, mas conecto o tablet no PC via USB e não vai, e ao que parece ninguém consegue (pelo que busquei em fóruns, sites etc.) Não há drivers do fabricante quanto a isso. Para enviar o app do seu computador para o tablet eu consigo via ADB Konnect. Aí é possível enviar via wifi.

Câmeras

Vem com uma frontal e outra traseira. Não gosto de ambas! As fotos até ficam com qualidade média com a traseira, mas a frontal é quebra-galho – além de que o design do fabricante faz com que ela não fique no centro do aparelho – como a traseira.

Bateria

Quando uso para ler, a bateria dura cerca de umas oito horas (com wifi ligado e brilho de tela baixo). Para recarregar, outras oito horas.

Capacidade

Vem com 16 GB de espaço para armazenamento. Espaço bom, considerando o preço do aparelho.

Usando o tablet

De início começou tudo bem. Mas o aparelho ocasionalmente não iniciava direito o touchscreen (algumas partes da tela não sentiam contato). Com o tempo esse problema curiosamente desapareceu. Acho o tablet um tanto instável. Ocorre-me com frequência de o aparelho (ou o sistema) travarem, e eu ter que reiniciar ele (segurando os botões de power e de volume numa combinação estranha).

Outros detalhes

Mais especificações técnicas na página do produto.

–x–

Minha opinião: eu acho que, considerando o custo/benefício, o tablet da Ainol vale a pena. Um possível problema seria o de assistência técnica: não há no Brasil. Mas se você quer ter um tablet sem querer desembolsar muito, o Novo II Hero pode ser uma opção. Se você não for nerd como eu, talvez seja melhor comprar um iPad, pois o sistema operacional fácil (mais a qualidade do produto como um todo) tende a lhe dar menos dores de cabeça. Enfim, cada caso é um caso.

Be Sociable, Share!