Muita gente tem curiosidade de conhecer o sistema operacional Linux. Mas, para quem não é muito do ramo, teme ter que lidar com programas complexos, códigos esquisitos e tudo mais. Porém, com o lançamento da versão Ubuntu Linux, a experiência de se utilizar um sistema alternativo se tornou bem mais fácil e simples.

Tudo o que você tem que fazer é baixar o arquivo de imagem (.iso) do Ubuntu e então gravá-la num CD. Você pode rodar o Ubuntu direto do CD: o sistema irá ler o CD e “criará” o Ubuntu na memória do PC. Este método é interessante para quem só quer apenas conhecê-lo; por rodar do CD este método é lento e oferece recursos limitados (fraco desempenho).

Para usar o sistema a toda prova você ainda tem outras duas maneiras conhecidas: uma é criar um partição no HD separada para instalação do Linux. Este método é um tanto problemático: se você tiver o Windows e programas já instalados e particionar o HD isso pode resultar em danificação do sistema operacional já instalado. Outra maneira – e mais segura – é rodar o Ubuntu Linux através de uma máquina virtual, assim fazendo o Linux rodar dentro do Windows como se fosse um “programa” do segundo. Aqui neste link você vê um tutorial completo de como experimentar o sistema operacional desta maneira.

No entanto, há um modo, que é pouco divulgado, de se experimentar o Linux sem precisar instalar programas para máquinas virtuais nem precisar de particionamento de disco: é instalando o Ubuntu como programa do Windows. Nele, você instala o Linux dentro do Windows como se ele fosse um programa, e escolhe rodá-lo logo ao se ligar o computador (inicialização), sem complicações.

Com o CD do Ubuntu (no caso, usei a versão mais nova disponível, que é a 9.10), rode no Windows. Surgirá esta janela a seguir:

Clique para ampliar

Então opte pela opção “Instalar dentro do Windows”. Em seguida aparecerá uma nova janela com várias informações a serem inseridas, como senha do usuário Linux e tamanho da instalação no disco (em GB). Definido isso, avance na instalação.

Quando terminar, reinicie o computador. Logo no início aparecerá um painel com duas opções: iniciar pelo Windows ou pelo Ubuntu. A opção automática (escolhida dentro de 15 segundos)  é a do Windows (foi o primeiro sistema a ser instalado, por isso a preferência). A segunda opção é o Ubuntu.

Pronto! Aí está o sistema Ubuntu Linux instalado no seu computador com tudo embutido: editor de texto gratuito (e de acordo com a Nova Ortografia), navegador e até vários games – incluindo xadrez! E claro, sem toda aquela lerdeza e insegurança de seu Windows XP SP número 2342!