Tinkercad – enfim um programa 3D fácil de usar

Quem já experimentou softwares 3D – seja o AutoCAD, mais voltado à engenharia, seja o Maya, 3D Studio ou até mesmo o meu velho conhecido Blender3D – sabe que, para conseguir fazer até as mais simples formas trabalhadas, é um trabalho complicado. Se não é o ambiente inóspito de um AutoCAD ou a insanidade de atalhos do Blender, aprender um programa de 3D/CAD pedia muito tempo e paciência.

Ou era necessário, até inventarem o Tinkercad! 😀 Continue lendo “Tinkercad – enfim um programa 3D fácil de usar”

Cobian Backup, bom programa de backup para Windows e fácil de usar

A post “dica de software” desta vez vai para um voltado para realização de cópias de segurança: Cobian Backup. O programa, grátis, tem cerca de 18,80 MB de tamanho e roda em Windows (ainda não experimentei rodar “emulado” no Linux). Continue lendo “Cobian Backup, bom programa de backup para Windows e fácil de usar”

Testando seu site para mobile no Windows com Electric Mobile Studio 2012

Para quem desejaria testar os recursos de um navegador mobile sem precisar de um dispositivo (iPhone e iPad), mas sim diretamente do PC, fica aqui a dica do Electric Mobile Studio 2012.

Eu tenho o Electric Mobile Simulator Professional, que é o antecessor deste Studio (que ainda não experimentei). Nele é possível simular muitas características desses dispositivos, como eventos touch start e endgeolocalização (simulação de GPS), HTML5 local storage, SQL e IndexedDB, além de integração com Visual Studio e debug de Javascript (no caso da versão Studio, não a Simulator).

Eu sempre o uso para testar layouts e eventos, e me satisfez bastante. Recomendo, até pelo bom preço que paguei na licença.

Você pode comprar através do site, disponível apenas para Windows.

Dica de software: OGMO Level Editor, editor de níveis para games

Logo OGMODica da semana: OGMO Level Editor, level editor de código-aberto para Windows. O OGMO pode ser definido como um editor de níveis de propósito geral para games que gera arquivos em XML.

No OGMO você trabalho no esquema de projetos, sendo que para cada projeto você pode criar níveis contendo objetos relacionados a um jogo. É muito fácil de usar, qualquer um se entende com a ferramenta.

É muito fácil trabalhar com o OGMO. E no editor de níveis você adiciona, aumenta/diminui e rotaciona imagens ou pode desenhar os tiles no grid.

Deixei de lado o Inkscape (tentei usá-lo como level editor) por causa de detalhes chatos, estava muito burocrático, e então passei a usar o OGMO. Estou satisfeitíssimo: o XML é fácil de entender, o editor é bem organizado, é gratuito e versátil. Ainda faltam recursos mas já está ótimo para uso.

Recomendo este tutorial (em inglês), mas se quiser ver outros confira na página do projeto.

Se desejarem mais detalhes ou um passo a passo, postem aí nos comentários. Até a próxima 😉

Usando a mesa gráfica Wacom no Blender

Há uns três meses eu comprei uma mesa gráfica Wacom (modelo Bamboo Connect) e não poderia estar mais satisfeito: se antes eu sofria com as dores e limitações do mouse, tudo isso foi embora com o uso da mesa digitalizadora.

No entanto, ninguém é perfeito. Alguns softwares “empacam” com a mesa, não reconhecendo os cliques, como é o caso do programa TexturePacker (em que tenho que usar o mouse ou o botão do touchpad para os cliques – note que estou me referindo à versão Windows, não testei em outros sistemas). Continue lendo “Usando a mesa gráfica Wacom no Blender”