Semana passada tomei uma atitude diferente: parar de usar (em demasia, ao menos) as redes sociais. Como já escrevi aqui anteriormente, trabalho com computador e tenho que ficar o dia inteiro aqui, e tenho sofrido para me concentrar, com tanta coisa inútil para se ver na Web.

Este texto foi quem me inspirou a começar isso. Tenho conseguido diminuir a frequência de tuítes, atualizações e, principalmente, o acesso a redes sociais, feeds RSS, sites de notícias em geral e etc. etc.

Redes sociais, tudo bem, mas por que notícias? Radicalismo? Não. Só penso que esta ideia de que se deve estar informado a todo tempo a respeito de tudo não passa de uma grande paranoia. Afinal, saber das “notícias”, inclusive das mais irrelevantes – disfarçadas de relevantes -, não acrescenta em nada.

Enfim, é isso. Vamos ver se consigo “desplugar” das redes de uma vez.