Nunca tivemos tantas opções de trabalhos diferentes, tantas opções para se ganhar dinheiro. E no entanto nunca fomos tão dispersos…

Nunca se exigiu tantas capacidades como hoje em dia. Mas se tivesse que escolher uma como principal, seria foco.

Eu sei que isso parece “bullshitagem” de mundo corporativo. Mas não é. Odeio toda essa “bullshit” de mundo corporativo, de termos em inglês, busca por feedback, stakeholders, core business. Se você é como pode continuar a leitura do texto.

Pois bem: o que quero dizer é que hoje estamos numa constante batalha, meio que como cegos no tiroteio, por lados combatentes querendo nossa atenção. Redes sociais, blogs, aplicativos de celular com suas notificações, games, filmes e séries…

A grande dificuldade no meio disso tudo é se concentrar em uma coisa realmente importante para você e conseguir manter a atenção. É mantendo a atenção que lemos algum livro, criamos alguma coisa (um texto, artesanato, o que for), fazemos algo com produtividade e até o fim.

Atenção virou uma commoditie na era da nova economia. Todos querem a sua atenção: o Facebook, o WhatsApp, o Netflix, o Twitter, a loja Steam, os portais, os blogs. A fim de te manter neles eles fazem de tudo: notificações a toda hora, promoções irresistíveis, novidades instantâneas. Saímos do computador para ir direto para o celular. Do celular para o tablet. Do tablet para Smart TV.

A grande batalha do século 21 será a batalha pela atenção.

 

Crédito da imagem: Designed by kues1 / Freepik