Os E-readers nacionais

Muito se fala no Kindle, e muita gente considera o recém-lançado iPad, da Apple, como um novo e-reader – sendo que, na realidade, trata-se de um tablet, que está mais para um misto de iPhone e notebook do que para um leitor digital propriamente dito.

E-reader é como chamam esses aparelhos que se destinam a facilitar a leitura de e-books/ebook (livros digitais que podem estar em formato PDF, etc.) e se utilizam de uma tecnologia chamada E-Ink, um recurso diferente dos tradicionais LED e CRT e que procura simular a tinta do papel, fazendo assim que se canse bem menos a vista do que se lendo por um monitor de computador. Sem falar, é claro, na praticidade: é possível levar uma biblioteca inteira na memória, baixar conteúdo pela internet, e muitos outros.

Há e-readers estrangeiros de diversos fabricantes. O mais conhecido é o Kindle, da Amazon. Pioneiro, é mais popular – foi o item mais vendido pela livraria virtual no ano passado. Há também o da Sony, que já é em cores (o Kindle só suporta escala de cinza) mas ainda há problemas na exibição, segundo resenhistas.

No entanto, esta postagem se dedica a falar sobre os e-readers nacionais. Sim, eles existem, ou ainda existirão. Mais baratos e acessíveis do que seus concorrentes estrangeiros, já há alguns modelos lançados e outros ainda a serem lançados. Há o que se utilize de tecnologia totalmente nacional, e outros que são produzidos no estrangeiro.

Cool-er Gato Sabido

Essa empresa carioca é ao mesmo tempo livraria virtual de e-books e vendedora de seu e-reader, o Cool-er. Além de já disponibilizar títulos tarimbados para compra (como o best-seller O Andar do Bêbado) ele permite que você disponibilize seu livro para venda no site.

Cool-er
Clique para ampliar

O e-reader: parece ser muito bom. Ele promete carregar até 5.000 livros dentro de sua memória de 1 GB. Tela de 6 polegadas, baseada na E-Ink. Compatível com vários formatos, de PDF e HTML até MP3 e JPG.

preçoR$ 750,00

mais informações http://www.gatosabido.com.br/leitor

Mix Leitor D

Este ainda está para ser lançado (previsto para meados deste ano). É uma criação da Mix Tencnologia, uma empresa pernambucana, e menciona que foi feito com tecnologia totalmente nacional (patenteada). Antes de ser lançado já tem 150 mil pedidos encomendados.

Clique para ampliar

O e-reader: é promissor. Entre outras características, tem memória interna de 8 GB, e bateria que aguenta troca de 8 mil páginas. Tem uma tecla IQ que, quando apertada, busca em um banco de dados um número de perguntas sobre determinado tema (o e-reader tem forte apelo educacional). Aceita PDF, RTF, TXT, BBeB e Word. Conta com navegador Web.

preçoR$ 650,00 (com Wi-fi) e R$ 1.100,00 (com 3G)

mais informações http://www.leitord.com.br

Braview (BR-100-TX)

Este aqui é o e-reader da Braview. Este leitor é produzido em Taiwan e finalizado na sua fábrica em Pouso Alegre (MG). Ao que parece, só lê PDF. Parece ser muito simples. Veja resenha da revista Época (com vídeo de demonstração).

preçoR$ 400,00

mais informações http://www.braview.com.br

Veja mais:

Be Sociable, Share!

3 pensamentos em “Os E-readers nacionais”

  1. Sabe ainda não consegui me acostumar com idéia de um e-reader. Quando digo acostumar é o desejo de ter um desses gadget (só pelo fato do preço rsrs), e outra, ainda gosto de “sentir as páginas”, mas com certeza isso tende a mudar daqui pra frente ;D

  2. @Abraão Levi – eu aceitaria de boa a ideia de e-reader, tenho uma pá de PDFs que gostaria de ler – mas que sairiam uma nota p/ imprimir! 🙁@Salatiel – Sem dúvida! Se com esses preços já estão vendendo, imagine quando começarem a venderem a preço de MP3! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.